Florença: eu estive aqui

domingo, 28 de outubro de 2018

Estátuas, palácios, igrejas recheadas com algumas das mais belas obras de arte do mundo, fazem o encanto da belíssima capital da Toscana. Florença é uma das mais belas cidades da Itália, onde se pode contemplar mil maravilhas e descobrir o seu maravilhoso passado histórico e cultural A belíssima capital da Toscana é um dos mais deslumbrantes centros artísticos do mundo. Fundada por Júlio César, a cidade, berço de Dante, Maquiavel e Michelangelo, é uma jóia única dentro do tesouro que é a Itália

Florença: eu estive aqui

O esplendor cultural de Florença atingiu o seu apogeu durante o século XV, sob o patrocínio dos Médicis. A cidade encheu-se de monumentos magníficos, de edifícios que são verdadeiras obras de arte e de palácios e igrejas que guardam no seu interior riquezas de uma beleza única e de valor inestimável. Foi também na Toscana, na corte dos Médicis, que nasceu a cozinha italiana.

Sobre o rio Arno, a Ponte Vecchio, a mais antiga das pontes da cidade, continua a ostentar as suas lojas de ourives e é um lugar de passagem obrigatória.



O Duomo – a Catedral de Santa Maria del Fiore, com o seu enorme zimbório é um dos mais imponentes edifícios do mundo cristão.















O David, obra fascinante de Michelangelo, domina a galeria da Academia e, na lindíssima Igreja de Santa Croce, com os belos afrescos de Giotto, estão os túmulos de Michelangelo, Maquiavel, Galileu e Rossini.


A melhor maneira de passear em Florença é a pé, pois na maior parte das ruas incalculáveis riquezas estão muito perto umas das outras. Por vezes, para se entrar na Galeria dos Ofícios. Demora-se algum tempo, mas esse esforço é recompensado quando, depois, se podem admirar as obras de Botticelli, Leonardo da Vinci ou Caravaggio. O Palácio Pitti, com galerias, museus e o belíssimo Jardim de Boboli, é outra das muitas coisas que não se pode deixar de ver nesta cidade cheia de encanto.





Ao fim da tarde é agradável tomar um aperitivo, num terraço de café ou num confortável bar, antes de jantar um dos muitos tentadores pratos da cozinha toscana. À noite, com o ótimo clima da região, anda-se na rua até tarde, degusta-se sorvetes deliciosos e descobre-se sempre mais um pouco desta imponente cidade.

CONSELHOS ÚTEIS

 

Onde ficar:

 





Hotel Relais Santa Croce. Luxo, elegância e sofisticação num prédio construído em 1600 a poucos passos do Duomo de Florença.

 

O que comer:










Há imensas especialidades alla fiorentina como o baccalá (bacalhau). Comem-se muitos fagioli, feijões temperados com um azeite excelente, alho e cebola. Bebem-se bons vinhos. A Toscana meridional é a terra dos Chianti.

 

O que fazer:

 

Há mil e uma coisas para ver e visitar em Florença. Bem no coração da cidade, a Piazza del Duomo oferece logo um sem número de coisas belas. A Galeria dos Ofícios e o Palácio Pitti, possuem talvez as mais belas coleções de pintura renascentista do mundo e a Igreja de S. Lorenzo, onde estão os túmulos dos Médicis, é uma maravilha a incomparável cidade dos Médicis.

 


Autor: Celso Mathias
Publicação vista 81 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Paradise; eu estive aqui
Paradise; eu estive aqui
New York: eu estive aqui
New York: eu estive aqui
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.