O pulsante comércio de Euclides da Cunha e suas peculiaridades

terça-feira, 31 de julho de 2018

Encravada no coração da Região Sisaleira, Euclides da Cunha desponta como polo de desenvolvimento regional e tem, além da sede de diversos organismos públicos como INSS, Delegacia da Receita Federal e Detran, um comércio pulsante. No centro da cidade, especialmente nas avenidas Rui Barbosa, Almerindo Rehem e suas transversais, é possível se encontrar, desde artigos de informática, eletrodomésticos, os mais diversos gêneros alimentícios e cosméticos, com um detalhe; grandes redes nacionais, começam a ocupar espaço no comércio local.

O pulsante comércio de Euclides da Cunha e suas peculiaridades

 

Tudo começou no início da década de 60, quando o comerciante, Jaime Amorim, abriu no local onde hoje está instalada a Cristais Center Decorações, uma pequena loja onde comercializava geladeiras usadas, as primeiras a enfeitar as salas das residências mais privilegiadas da cidade e ainda alimentadas a querosene, já que à época, a cidade não contava com energia elétrica durante o dia. Um gerador instalado na Rua Major Antonino, logo depois do Hotel Lua, fornecia energia para iluminação, apenas entre 18 e 23 horas.

 

Já no final dos anos 60, o empreendedor construiu, no local onde hoje funciona o show room da Miro Móveis, o primeiro edifício de 02 pavimentos na hoje badalada Av. Ruy Barbosa e ali instalou também a primeira loja de móveis, eletrodomésticos e materiais de construção da região. Jayme Amorim foi o mais importante comerciante da sus época, tendo introduzido no mercado local, dezenas de novos produtos, de geladeiras a fogão a gás, de pisos para calçada, os “tratuá” às portas de aço e tantas outras novidades.

Hoje, os comerciantes locais já sofrem a concorrência de grandes redes de empresários que migraram de grandes centros e de franquias, o que tem trazido muitos benefícios para a população, que além de mais opções, está vendo o comércio local se desenvolver para acompanhar os que trazem inovações e bons serviços.

No mesmo ritmo, os Bancos, outrora instalados apenas em Serrinha, polarizam atendimento em Euclides Cunha, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Bradesco e Sicob.

 












Das grandes redes nacionais, estão instaladas na Ruy Barbosa, Magazine Luiza, G Barbosa e ainda a baiana Real Calçados, além de franquias como O Boticário e Cacau Show.

 


















Lugares charmosos como Armazém do Cumbe, uma nova proposta em enogastronômicas e a loja de produtos naturais Castanhas & Cia.

 

Parceira, da Bel Salvador, rede com 32 lojas espalhadas por oito estados da federação, a Bel Cosméticos está instalada há 10 meses na Rua Benjamin Constant, segue os mesmos padrões da parceira, conta com estoque de dez mil itens e tem, dentro dos seus 150m², um salão de beleza montado para fazer demonstração e teste de produtos, além de vender acessórios e móveis para salão de beleza. A Bel Cosméticos é a maior e mais completa loja de cosméticos da região, uma verdadeira revolução no setor!

 






O






Mercadinho Paulista, apesar da singeleza do nome, trata-se nada mais, nada menos, da maior loja fora das grandes redes, instaladas na Bahia. Comandado por João Costa Soares, sua mulher, Sandra, a filha Joane, o genro Gil e o irmão, Batista, a empresa fundada pelo casal em 1991, além de gerar cerca de 200 empregos diretos e indiretos, é uma das mais sólidas do ramo no interior baiano.

 





O setor de serviços é o mais carente, porém tem ilhas de excelências exatamente naquelas atividades informais, cujo dono, está à frente da atividade diuturnamente. Oscar Messias, por exemplo, viaja diariamente para Salvador, retorna no final da tarde e executa, com muita eficiência, qualquer tarefa na capital baiana.

 





Outro exemplo digno de registro, é o Moto Taxi do Nego (Josenito Silva Neves). Com preço mais do que justo, sua equipe entrega e recolhe objetos, atende praticamente de domingo a domingo e às vezes realiza tarefas que até Deus duvida.

 

O comércio e agropecuária, são as atividades que mais geram recitas ao município e prometem conduzir o município de 65 mil habitantes, a ocupar na região, o mesmo papel ocupado por Feira de Santana no mapa do sertão!

 

Quem está no comércio e serviço desta cidade, vai ter de acompanhar os avanços do setor, para não perder o trem da história!

 



Autor: Celso Mathias
Publicação vista 1086 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
O novo desafio do juiz Fábio Bastos
O novo desafio do juiz Fábio Bastos
A morte anunciada de um ícone
A morte anunciada de um ícone
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.