guerrilha civil?

sábado, 16 de outubro de 2010

Terminado o segundo turno, parte dos eleitores brasileiros vai comemorar, enquanto outra parte - talvez não muito menor - vai ficar frustrada e com sentimento de derrota. Haverá emoções que lembrarão a conquista do penta em 2002 no Japão ou a recente perda da copa na África do Sul. Só que neste segundo turno, quem entra em campo não é nenhum mercenário da bola e sim o povo brasileiro. Independentemente do resultado das urnas, quem sai vitoriosa é a nossa democracia... não é?

guerrilha civil?





As urnas eletrônicas garantem total lisura do pleito, afirmam os especialistas, deixando, ao contrário de partidas de futebol, nenhum espaço para um juiz empenar e roubar o jogo e influenciar o resultado!


E por falar em juiz... Marina Silva, diante das circunstâncias um tanto insólitas do quadro eleitoral do momento, parece ter assumido o papel de mediadora, de fiel da balança, de um tipo de divindade, que vai decidir a vida de nós brasileiros dos próximos quatro anos.

Mal sabe ela, que está apenas curtindo os 15 minutos de fama da vida dela e que em poucos meses ela terá caído no esquecimento que nem Heloisa Helena... Só para citar um exemplo.

Em vez de nos fazer refém de sua decisão - que não terá nem de longe o peso que ela acha - em vez de nos manter em cheque e em suspense, Osmarina Silva, nova apóstola, nova profeta da honestidade, nova baluarte da moral do povo brasileiro, em vez de se comportar como "heroína do bem", ela deveria se mostrar indignada com a baixaria da campanha eleitoral e bradar com a voz de taquara rachada contra as difamações sujas lançadas através dos meios mais modernos que a mídia eletrônica de hoje permite e dizer que o fim, isto é, a vitória nas urnas não justifica os meios mais sórdidos e ilícitos, permitindo que se criasse um clima de "guerrilha civil"!!!

Dizem que ela tomará a decisão amanhã ou depois! Mas que decisão, se gente graúda do PV já declarou seu voto a favor de um candidato. Que decisão ela vai tomar, se, por exemplo, Gabeira e Bassuma e tantos outros já tomaram essa decisão há mais de uma semana?

Não importa quem ela vai apoiar ou deixar de apoiar. Em 31 de outubro deste ano haverá vencedores e perdedores. Coisa da democracia! Haverá júbilo de um lado e choro e ranger de dentes do outro. Não por isso os perdedores irão sair na porrada com os vencedores, iniciando uma guerra civil!!!

Não sei quem vai ganhar esta eleição para presidente! Só sei que apesar de minha idade um tanto avançada, espero viver para acompanhar pelo menos mais outra eleição depois desta... E sei também que depois do resultado final, poderei descansar o meu dedo indicador direito, responsável por deletar e-mails sujos e caluniosos, curtindo o fim dessa guerrilha imoral e podre!.

 


Reinhard Lackinger é o orgulhoso taverneiro do Bistrô PortoSol


Autor: Reinhard Lackinger
Publicação vista 1336 vezes


Existe 0 comentário para esta publicação
Enviar comentário


Confira na mesma editoria:
Solidão incomoda
Solidão incomoda
Imaginação
Imaginação
Copyright 2014 ® Todos os Direitos Reservados.